O beijo como uma arma

Se não soubermos da desproporção de forças, será que um beijo pode ser uma arma? Um sindicato da polícia italiana pensa que sim categorizando o gesto com palavras dignas de um verdadeiro cocktail molotov.

Mas sabemos da desproporção de forças e sabemos do risco que se corre ao empreender um gesto destes junto de quem bate em quem lhe disserem para bater. No momento em que lhe disserem para bater. Sem perguntar porquê.

Por isso, achamos que não. Que não é uma arma. Arma seria se fosse acompanhado de uma joelhada nos tomates.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: