Archive for Maio, 2015

24 Maio, 2015

Ada Colau, a PAH e as eleições de hoje em Espanha

Hoje à noite falar-se-à talvez muito de Ada Colau e do movimento Barcelona en Comú. Dir-se-à que em Espanha, o bipartidarismo está a ser colocado em causa, falar-se-à nos movimentos indignados, e etc e tal. Comparar-se-à com a realidade portuguesa, sublinhando todas as diferenças e mais algumas. Talvez se fale da limitação do salário do presidente da Câmara que o Barcelona en Comú defende (2200 euros). Provavelmente não, nem disso nem do restante programa que o movimento defende para a cidade. E não se falará certamente da actividade anterior de Ada Colau Ballano, das lutas e da coragem que sempre teve, desobedecendo a leis injustas quanto isso foi necessário para defender as pessoas hipotecadas dos despejos bancários e restituir-lhes a dignidade de cidadãos. Neste video está um exemplo dessa luta e tenacidade: várias centenas de milhares de assinaturas foram entregues ao parlamento espanhol para que criasse uma nova lei que permitisse a entrega das casas das famílias endividadas aos bancos com cancelamento total da dívida. O promotor da iniciativa foi a Plataforma de Afectados por la Hipoteca (também conhecida como PAH) que Ada Colau ajudou a formar e actuou como porta-voz.

A posterior recusa do parlamento em obedecer à vontade popular, veio legitimar uma campanha de escrache junto às casas dos deputados que anularam a iniciativa legislativa. A campanha alongar-se-ia no tempo por mais de um ano e viria a gerar grande incómodo nas classes dirigentes, que chegaram a rotular as acções de terroristas apesar de elas contarem com uns impressionantes 78% de apoio popular. Durante todo este processo Ada Colau deu a cara e o corpo pelo movimento de afectados, tanto a nível institucional, como na rua, enfrentando a polícia durante despejos ou ocupando bancos para os forçar a negociar com as famílias afectadas pelos despejos. Vale a pena saber mais sobre a história, os métodos e o trabalho social da PAH. Assim, depois de anos de trabalho de base, vale a pena tentar ganhar Barcelona. Assim, será possível tentar efectivamente ganhar a cidade, ainda que Ada Colau não se canse de repetir que provavelmente voltará ao trabalho de base depois dos resultados de hoje. Afinal de contas, como sempre menciona, a vitória não é sua e há um projecto importante para continuar.

Nota: em Portugal depois de umas quantas tentativas frustradas relacionadas com Duarte Lima, os escraches foram utilizados com relativo sucesso mediático pelo movimento de Indignados do BES quando realizou uma manifestação junto à casa de Carlos Costa. Desconheço se a iniciativa estava ou não incluída numa estratégia de mais largo prazo mas a luta justa deste conjunto de pessoas é sem dúvida um contributo importante à discussão pública dos escândalos do mundo financeiro.

13 Maio, 2015

Ada em Barcelona

Vem esperança de Barcelona. O video reporta o discurso de Ada Colau no último fim de semana em Nou Barris. Barcelona en Comú é das primeiras candidaturas eleitorais que efectivamente respeito e me dá alguma esperança no futuro. Encabeçada por Ada Colau Ballano alguém com anos de experiência no trabalho de base social, na defesa obstinada das pessoas contra os abusos dos bancos, suportando acusações de terrorismo, respondendo com desobediência civil em torno de causas justas, colocando em cheque o sistema montado. Para acabar com a desordem e o ataque às nossas instituições e reforçar a cidadania no sul da Europa, Ada é sem dúvida parte da resposta. No seu discurso, Ada pergunta-se se será realmente mais útil candidatar-se e aturar hipócritas ou continuar o trabalho de rua. A resposta certa é a segunda, mas alegro-me que esteja disposta a encabeçar a primeira. Fala também da importância de Barcelona no movimento de mudança que se necessita em Espanha, Grécia e Portugal. As eleições de 25 de Maio não serão um fim, mas a continuação da mudança iniciada à anos pela PAH e o 15M. Porque existe muito activismo de qualidade por baixo, a continuidade está garantida. Seja qual for a forma.